terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Até quando?


Até quando a burguesia continuará se fechando em seus condomínios, só saindo de lá quando um de seus filhos se mata por aí? A burguesia tapa olhos e ouvidos às barbaridades que comete, mas financia campanhas e tvs para divulgar seus modos e ideologias de festim.

Até quando as promoções com sorteios de prêmios serão destinadas somente para quem está consumindo? Assine a revista e concorra a um carro, compre uma peça e concorra a uma moto, faça 10 reais em compras e concorra a 100 celulares... Por que não: more um ano embaixo da ponte e concorra a uma casa de placas, passe um mês no lixão e ganhe uma cesta básica, durma na rua por todo o inverno e ganhe 3 cobertores.

Até quando a Globo fará suas reportagens sobre a família brasileira somente com gente rica? Por que as reportagens sobre os problemas de adolescentes não são feitas com famílias de periferia? Por que ao falar sobre o apagão não mostra aquele desempregado que tem apenas uma geladeira e uma tv preto-e-branco? Aliás, qual foi a última novela que teve pelo menos uma família de pobres? Já percebeu que na novela todos tem uma casa ideal?

Até quando William Bonner e Fátima Bernardes ficarão fingindo um diálogo no início do Jornal Nacional? Se aquilo ali não for para demonstrar tranqüilidade, eu aposto que estão falando das novas fraldas descartáveis para comprar para os trigêmeos.

Até quando evangélicos vão continuar com aqueles adesivos: ‘não sou eu quem vivo mas o Cristo que vive em mim’? Ou: ‘este carro’ ou ‘esta empresa pertence ao Senhor Jesus’. Qual é a intenção? Levar o ladrão a um exame de consciência? Rebaixar o Cristo à nossa materialidade? Mostrar-se perfeito, salvo e perdoado?

Até quando empresas de publicidade vão fazer comerciais maravilhosos (sempre com brancos) para divulgar produtos tão efêmeros?

Até quando FHC e Armínio Fraga vão continuar dizendo que não estamos em crise? O povo já nem sabe mais o sentido desta expressão, já está anestesiado dos pés à cabeça, a crise parece que é eterna...

Até quando Bush vai continuar com suas neuroses? Quer militarizar o espaço, rasga o acordo ambiental de Kyoto e ainda tem a coragem de dizer que “o que é bom para a economia americana é bom para a economia mundial” (sic).

Até quando a Justiça vai conspirar para os ricos? São habeas corpus, liminares, prisões domiciliares... Como é que se pode falar que um homem que rouba 196 milhões de reais não oferece risco para a população e pode ficar preso em casa (Juiz Lalau)?

Até quando futebol e política (que norteiam nossos telejornais) vão continuar nessa mesquinharia, bandalheira, corrupção, nesse conluio?, onde quem sai sempre perdendo são jogadores e povo – burros ou humildes?

Até quando a minha vizinha vai continuar ouvindo Bruno e Marrone – Acústico e o Clube do Amado (o Batista)?


(escrito em julho de 2001)

Nenhum comentário:

Postar um comentário