terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Paradoxos acadêmicos


Na Universo não tem astronomia.

Na Fac-Lions não formam thundercats.

Na Universidade Federal de Goiás nenhum curso é gratuito.

Na Fago não há carinho nenhum, principalmente com o seu bolso.

Na Faculdade de Ciências Humanas da UFG não se encontram gestos humanos: ela é habitada por deuses e párias.

Na Salgado não tem culinária.

Na Faculdade de Letras alguns saem de lá mal falando o português.

A cidade de Goiânia foi invadida pela Universidade Paulista.

Na Faculdade Objetivo é tudo bem objetivo: pague e leve.

Na Sul-Americana estudam somente brasileiros.

Na Padrão não tem engenharia elétrica.

Na Araguaia não tem engenharia de pesca.

Para erguer a Salgado os arquitetos fizeram curso na Cozinha Maravilhosa da Ofélia.

Na Alfa os cursos são experimentais: versão beta.

Na Facomb ninguém anda de van, pois muitos ganham carro do papai (Faculdade de Comunicação Burguesa da UFG).

Na Fac-Lions não tem curso de domador.

Na Alfa não formam-se esotéricos, adeptos da Era de Aquário.

No Campus Samambaia (UFG) não há samambaias, mas as pessoas são cheias de melindres.

Nas Faculdades Alves Faria, o seu Alves, velhinho consciente, não faria curso algum.

No Cecab nem todos cabem. (Centro de Estudos do Caribe no Brasil – UFG)

Na FAV não há favos, mas há vespas arrogantes. (Faculdade de Artes Visuais – UFG)

Na Faculdade Anhangüera ninguém sabe quem foi o genocida Bartolomeu Bueno da Silva.

Nas Faculdades Cantareira (SP) não tem curso de música e ninguém sai de la sabendo cantar.

No Instituto Luterano não há curso sobre religião, e muitos saem de lá ateus.

Na Faculdade Interlagos (SP) não há automobilismo.

Na Faculdade Ítalo-Brasileira (SP) ninguém fala italiano.

Na Faculdade Estácio de Sá (RJ) as mensalidades são um carnaval – pulam a cada ano.

Na Fundação Oswaldo Aranha (RJ) não tem biologia.

Na Faculdade Chamburcy seu diploma vale por um bifinho (Cambury-GO)

No Centro Universitário da Grande Dourados (MT) não se ensina a ourivesaria.

Na Universidade São Judas (SP) há traidores.

O Machado de Assis não estudou na Universidade Braz Cubas (SP).

Na Universidade de Fortaleza não precisa fazer força para entrar, basta pagar.

A Faculdade Euro-Americana fica em Brasília!!!

Na Faculdade de Varginha não tem ufologia.

Na Universidade Federal da Bahia não tem engenharia do descanso.

Na Univap é vapt-vupt!

A Unioeste (SP) fica no sudeste do país.

Na Faculdade Carlos Drummond (SP) não tem o curso de letras.

Na Faculdade Leonardo da Vinci (SP) não tem nenhum curso ligado às artes ou à engenharia.

Mas uma coisa é certa: muitas dessas faculdades trilham por caminham errados, visando o mercado e o lucro, mas em quase todas há Direito.


(setembro de 2003)

Nenhum comentário:

Postar um comentário