segunda-feira, 16 de maio de 2011

Obama: o Bush III


Noam Chomsky, em entrevista à revista Caros Amigos, em abril de 2011:

"Há poucos dias houve uma reunião que talvez não tenha sido relatada aqui, foi relatada nos Estados Unidos. Há poucos dias houve uma reunião do Tribunal Internacional de Justiça, em Haia, na Holanda, sobre Serra Leoa. Charles Taylor, que foi ditador da Libéria, está sendo acusado de cometer atrocidades em Serra Leoa. E a acusação declaroiu ter provas de que Kadafi também é, em parte, responsável por essas atrocidades. A Inglaterra e os Estados Unidos intervieram para impedir que isso acontecesse. Não queriam que Kadafi fosse acusado. E quando o promotor, um profesor de Direito estadunidense, perguntou-lhe o porquê, ele simplesmente disse: 'Bem-vindo ao mundo do petróleo'. Ponto. Isso aconteceu há apenas alguns dias."

Caros Amigos - Há alguma mudança na estratégia da política externa do Obama para a América Latina em comparação à do Bush?

"Não muita, quer dizer, eu não vejo nenhuma mudança. Há diferenças na retórica. O discurso de Bush era extremamente arrogante e isso irritava as pessoas. Obama segue basicamente as mesmas políticas, mas tem uma personalidade atraente, menos agressiva, o que faz com que os líderes gostem dele."

Nenhum comentário:

Postar um comentário