quarta-feira, 6 de julho de 2011

A que ponto chega a ridicularização do futebol brasileiro pela Rede Globo


Globo é a emissora que determina horário e data de jogos do Campeonato Brasileiro, colocando jogos depois das novelas, aos sábados à noite, com início às 22h e término depois da meia-noite; que com isso expulsa o torcedor do estádio e obriga-o a assinar o canal fechado da própria emissora; que detém os direitos de imagens dos jogos, mas vende caro ao telespectador que quer ver os jogos mais concorridos; que tem o despudor de entrar, e ainda sem touca, na cozinha que prepara a alimentação dos jogadores da Seleção da CBF; que não tem vergonha de entrar nos quartos em que os jogadores se hospedam; que trata o treinador Dunga como persona non grata; que faz de ridículos jogadores como esse do vídeo, e torcedores como nós; que cria um boneco inútil e incentiva uma comemoração estúpida; que não faz reportagens sobre corrupção na CBF e na Diretoria do Corinthians; que quer que torçamos para milionários que correm atrás de uma bola; que chama a empresa privada CBF de responsável por uma Seleção que não representa nosso País.

2 comentários:

  1. Ah! Agora só na diretoria do Corinthians a Globo tem que investigar? Os outros dirigentes de clubes são santos, não são investigados?... Ridículo. É por isso que eu digo: todo Anti-Corinthiano tem um pouco de fascista. Até mesmo os de esquerda.

    Você não sabe que o Paulinho é laranja do Juca Kfouri, que o Citadini o paga para fazer oposição ao Andrés (já disse o Kajuru)? Sabia que o Paulinho foi condenado por falsidade ideológica (tem 2 CPF's), por calúnias que ele vomita no blog dele, acusando todo mundo completamente sem provas? Nunca desconfiou da incapacidade dele de provar o que quer que fosse ou de concatenar uma frase sem erros de ortografia? É esse cara que você acredita?

    Dá uma olhada na quantidade incrível de bobagens que o tal de Paulinho, que nem jornalista é, solta lá no blog dele, e depois me diz se o cara ainda é digno: http://nocudosjuquinhas.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Sr. Fernando, eu sei que tem que investigar não somente a Globo e o Corinthians, ia colocar um monte de clube e de empresa aí, mas fiquei no time do Parque São Jorge como exemplo, por ser um grande time e quem vê somente a Globo pensa que se trata de excelência de administração. Sobre o Paulinho, o antigo motoboy é jornalista sim, diplomado, formou-se a pouco tempo.

    Para finalizar, eu e toda minha família SOMOS corintianos, com muito felicidade. Não há fascismo no que escrevi, só dei exemplos. Como corintiano, estou decepcionado com tantas JOGADAS (de marketing) e a falta de títulos expressivos. Se você é corintiano, estamos juntos, seja na dor ou no amor, independentemente do que expressamos. Obrigado pelo comentário. Também sou espírita. Parabéns pelo seu livro.

    Respeitosamente,

    Luciano

    ResponderExcluir