terça-feira, 16 de agosto de 2011

Exemplos dos "fins" editoriais das Organizações Globo

1 - Há anos, já na Globo, a Ana Maria Braga cheirou cocaína no seu programa, na frente de um policial federal, e não foi presa! Foi assim: o policial foi mostrar onde traficantes costumam esconder substâncias ilícitas, e era tudo povilho. Mas em um T (daqueles de tomada) havia cocaína pura, ela abriu o T e cheirou. Virou uma consumidora, fez isso na frente de um policial federal, que nada fez e se tornou um cúmplice. Além de cinegrafistas, produção, e todos nós que assistimos. E ninguém denunciou. Agora a Luana Piovanni dá uma entrevista e afirma que fuma maconha pra relaxar, coitada, é escrachada em qualquer lugar que vai.

2 - O suchi erótico, no útil programa Domingão do Faustão:



3 - Luciano Huck, futuro presidente da república, em 2007 "usou" a página 3 do jornal fOlha de S. Paulo, para defender a pena de morte após o roubo de um de seus relógios Rolex. Um artigo que foi classificado como “fascistóide” e que lhe rendeu uma briga pública com o compositor Zeca Baleiro e com outros artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário