terça-feira, 23 de agosto de 2011

Na famiglia Salim Curiati não houve controle de natalidade


Antonio Salim Curiati (PP), deputado estadual de São Paulo, teve a casa assaltada nesta terça 23. Em declaração, criticou a política social do governo federal e defendeu o controle de natalidade da população POBRE. "A Dilma [Rousseff] vem falar do Bolsa Família. Aí você agracia a comunidade carente, e eles começam a ter filhos à vontade. É preciso controlar a paternidade", disse. Qualquer semelhança com políticas higienistas nos anos 1930 na Alemanha nazista é mera coincidência!

Pois bem, confiram a fotografia da família Salim Curiati. Em tempos do crash de 1929 nos Estados Unidos da América e da consequente bancarrota mundial, Salim Antônio Curiati, o pai, ousou ter 4 filhos àquela época!!!
Ele, Antônio Salim Curiati, o mais velho, resolver ter 5 filhos, que absurdo!, tempos depois da segunda grande guerra e logo quando o País se envidava para a construção de Brasília!!!
Será que essa numerosa famiglia não recebeu uma ajudazinha na época da ditadura militar?, tipo uma "Bolsa para a MINHA Família", ou uma "Bolsa Prefeitura", como em 1982, ao ser indicado pelo amigo de Paulo Maluf para ocupar o posto na cidade de São Paulo? Ai, ai, dá até arrepios pensar que esse médico ocupou os cargos de Secretário Estadual da Promoção Social no Governo de Paulo Maluf entre 1979 e 1982, foi Secretário Municipal da Família e Bem Estar Social (1993/1994) e Secretário Municipal de Assuntos Comunitários (1995/1998)... Será que ele fez algo à época para tentar executar um controle de natalidade contra pobres de São Paulo? Será que nos casos de corrupção durante os governos que ele fez parte, o nobre deputado executou algum plano de controle de natalidade - contra POLÍTICOS CORRUPTOS ou contra MILITARES GOLPISTAS?

Após o assalto, Curiati citou países onde o ladrão tem as mãos decepadas como punição, mas afirmou não apoiar a iniciativa. "NÃO SOU TÃO RADICAL ASSIM." Membro da Comissão de Segurança Pública da Assembleia, pediu valorização dos policiais. "A segurança pública está um desastre", disse.
Vale lembrar que quem cuida da segurança pública em São Paulo é o PSDB, mas a culpa é do PT, que mantém o Bolsa Família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário